PORTAL OCUPACIONAL

Portal Net - Guia de Busca

Estado:

Cidade:

10/04/2013

Método REBA (Avaliação de Corpo Inteiro)

Na literatura  encontram-se vários estudos especializados na descrição, quantificação e avaliação de fatores de risco ocupacional  relacionados à Ergonomia, os quais, acredita-se, contribuem isoladamente ou em conjunto para avaliar o nexo técnico entre as condições de trabalho e as causas das patologias músculo-esqueléticas das extremidades dos membros superiores.

 

O instrumento utilizado para análise postural, mais recentemente divulgado, é o RAPID ENTIRE BODY ASSESSMENT (REBA). Ele incorpora fatores de risco estáticos e dinâmicos, é  sensível aos riscos músculos-esqueléticos em várias tarefas. O REBA divide o corpo  em segmentos e fornece uma pontuação para a atividade muscular causada por posturas estáticas, dinâmicas, movimentos repetitivos e posturas instáveis. O resultado encontrado acompanha um nível de ação e risco da tarefa ou atividade executada.

 

Para a avaliação do esforço de peso carregado pelo colaborador estaremos utilizando o método NIOSH (Waters et al., 1993), onde nos fornece um limite de peso recomendado (LPR) e o índice de levantamento (IL).

 

Nem todas as áreas têm a necessidade de aplicar o SES, onde poderiamos usar o método REBA (analise de corpo inteiro)  utilizando a folha de cálculo adaptada por Vanderlei Lick (2003)  para filtrar a necessária aplicabilidade imediata ou mesmo quando  iremos  investigar algum acidente com incidência de nexo Ergonômico.





Deixe seu comentário





Envio de Matérias: jornalismo@portalocupacional.com.br
E-mail:
contato@portalocupacional.com.br
Skype: cm_cleidson
Cel: (34) 9148 - 7876
Tel: (34) 3083 - 0537

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento, acompanhamento e/ou assessoria de médicos, engenheiros de segurança, técnicos de segurança, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física, bombeiros e outros especialistas no que tange, saúde, segurança e meio ambiente."

Redes Sociais